Comunicado Oficial do IMIP para a Sociedade Pernambucana‏

O IMIP vem a público esclarecer que a crise econômica atingiu seriamente a nossa instituição. Já vivenciamos em vários momentos muitas dificuldades financeiras. Mas a que enfrentamos agora não tem precedente na história cinquentenária do IMIP. Continuar prestando uma assistência  de qualidade à saúde da população tem sido um grande esforço alcançado todos os dias pelo sacrifício do conjunto dos nossos funcionários.

É importante ressaltar que o IMIP, por sua história de dedicação exclusiva ao Sistema Único de Saúde e reconhecida eficiência administrativa, foi convidado por vários governos municipais e estaduais a participar como Organização Social (OS) de licitações para assumir a gestão de unidades para prestação de serviços de saúde. Num passado recente, devolvemos ao estado da Bahia a administração de dois hospitais.

Em Pernambuco, administramos 4 hospitais, 8 UPAS e 3 UPAEs. A crise financeira vivida pela Nação e pelo Estado tem penalizado o IMIP como instituição e também como gestor dessas unidades estaduais. Nossa prestação de serviço tem sido prejudicada pelos repasses que recebemos – com atrasos e com defasagem financeira. O que tem causado um déficit financeiro que compromete a sobrevivência econômica do IMIP, acarreta atraso no pagamento de funcionários e fornecedores e força a instituição a limitar a quantidade de alguns tipos de atendimentos à população pobre de Pernambuco.

Temos clareza da gravidade do momento histórico pelo qual passamos, mas não podemos assumir perante nossa sociedade a responsabilidade pelas consequências desta situação. Estamos fazendo todos os esforços possíveis para atravessar esse período. Imbuídos de compreensão, paciência e tolerância,  esperamos que essa situação se normalize no tempo mais curto possível para que uma instituição como o IMIP não interrompa sua trajetória de décadas em servir às famílias pobres da nossa região.

Informações com a Assessoria de Comunicação

 

Anúncios