As lições empresariais que você pode aprender com o MasterChef

O reality show MasterChef pode parecer somente um programa de TV no qual os aspirantes a chef disputam prêmios em dinheiro. No entanto, o programa pode ser usado como aula de como crescer na sua carreira.

De acordo com o autor do livro “O Poder da Atitude”, Alexandre Slivnik, saber se relacionar e controlar emoções, características fundamentais para se manter no programa de TV, também são importantes para quem quer vencer na carreira.

“Assistindo ao último episódio, veio à comprovação do que eu já havia notado, principalmente quando uma competidora revelou que para vencer o desafio, era preciso ir mais do que dominar as habilidades culinárias e sim envolver-se no jogo, usar estratégias”, explica. “Ela estabeleceu uma relação com os jurados e os convenceu que aquela receita valeria a pena ser experimentada, testada e avaliada”.

Essa mesma lógica de relação pode ser utilizada para convencer um supervisor. Além disso, é preciso praticar algumas habilidades como saber controlar emoções, ter uma consciência realista do que se domina, percepção emocional e ter calma sob forte pressão.

“Medo, insegurança e comodismo também são alguns dos principais fatores que fazem com que as pessoas não arrisquem um salto para um plano mais audacioso ou para conquistar um novo cargo dentro da organização ao qual faz parte, ou menos ainda, para o patamar para se tonar extraordinário”, afirma Slivnik.

Hoje, o mercado de trabalho busca muito mais os diferenciais do profissional do que propriamente a sua qualificação. Para as organizações não é apenas o currículo que determina quem vai ocupar a vaga e menos ainda, uma vaga de profissional com o perfil do funcionário extraordinário. “Inteligência emocional bem apurada e desenvolvida compõe uma base de sustentação que tornará o sucesso algo permanente.” 

Para o especialista, quem tem oportunidade, competência e visão de futuro e vai buscar seus objetivos, claramente tem tudo para se tonar um profissional extraordinário no que faz.  Não só a organização que ele trabalha estará de olho nele, mas todo o mercado. 

Fonte: msn.com

Anúncios